Senadores participam da mobilização pela permanência da Força Nacional no Estado

Ao anunciar nesta manhã a permanência da Força Nacional no Ceará por mais 30 dias, o ministro Sérgio Moro concluiu as conversações em torno da manutenção do reforço dos 420 homens no Estado, que durante a semana envolveram, além do secretário nacional de Segurança, General Guilherme Teófilo, o governador Camilo Santana e os senadores Tasso JereissatiEduardo Girão e Cid Gomes.

Após anunciado pelo Governo Federal, na terça-feira (5), a decisão de se reduzir de forma gradual o número de policias da Força Nacional no Estado, os senadores mantiveram contato com Guilherme Theophilo e ponderaram acerca da possibilidade de prorrogação por mais um mês a presenças dos 420 homens no Estado. A solicitação, então, foi apresentada ao Ministro, que decidiu pela permanência.

Há duas semanas, os senadores Tasso Jereissati e Eduardo Girão haviam se colocado à disposição do governador Camilo Santana, em reunião no Palácio da Abolição, quando debateram a crise na segurança pública no Estado.

Detalhe 1 – Após a chegada do reforço, o estado do Ceará registrou uma queda nos atos de violência e no número de homicídios.

Detalhe 2 – Além do Ceará, homens da Força Nacional estão atuando em Brumadinho/MG.

Detalhe 3– O Estado do Pará também está solicitando reforço da Força Nacional para o Estado.

Fonte: Blog do Eliomar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *