#IMPEACHMENT DE BOLSONARO Alcança trending topics depois de vídeo com ânus.

Depois de publicar um vídeo no Twitter e um homem enfiando o dedo no próprio ânus, Jair Bolsonaro teve sua pior repercussão entre seus apoiadores na plataforma. Muitos já falam em impeachment, cuja hashtag subiu imediatamente para os trending topics. Os internautas recorreram à lei 1.079 (conhecida como “lei do impeachment”) da Constituição Federal, que dispõe sobre os crimes de responsabilidade. Um trecho da lei pode enquadrar o gesto de Bolsonaro: “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”.

Segundo o jornal Folha de S. Paulo, o “Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando simplesmente tentados, são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República. Consta entre os crimes contra a probidade na administração “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo”, item no qual esse tuíte com o vídeo obsceno se encaixaria.”

A matéria ainda destaca que “se há base, de fato, para um pedido de impeachment, somente o desenrolar dos fatos e as análises jurídicas subsequentes poderão mostrar. Mas já não restam dúvidas de que o presidente deu início a mais uma crise em seu governo.”

 

Via Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *