Encontrado corpo de passageiro de ultraleve que caiu em praia de Cascavel

Deive Ribeiro era genro do piloto, cujo corpo foi encontrado ainda no sábado, 12, dia do acidente. O corpo foi encontrado na Praia de Caponga por pescadores

O corpo do passageiro da aeronave que caiu na manhã de sábado em Águas Belas, praia de Cascavel, foi encontrado na tarde deste domingo, 13, na Praia de Caponga, no mesmo município cearense. O homem, identificado como Deive Brito Ribeiro, era farmacêutico, e seria genro de Tarcísio Tibúrcio Frota Filho, de 63 anos, piloto do ultraleve, que também faleceu e teve o corpo encontrado logo após o acidente.

De acordo com um agente da guarnição de mergulho do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, que preferiu não se identificar, as buscas pela segunda vítima acontecia desde sábado. O local da queda da aeronave e as adjacências foram vasculhadas a fim de encontrar a cabine do ultraleve, que se imaginava, conforme o agente, estaria inteira.

No entanto, o corpo de Deive foi achado no mar da Praia de Caponga, já a oeste do ponto da queda, por pescadores que acionaram a equipe de busca.

“A aeronave, nós vimos o modelo por foto, ela não era feita de material aeronáutico. Era de feita de alumínio leve e as asas de fibra. No momento da queda, uma das asas se desintegrou e o avião caiu girando na água, no impacto ele se desmanchou. As únicas coisas que foram para o fundo fora a hélice e o motor. Achamos, inicialmente, que a cabine estaria intacta, e o segundo corpo dentro dela. Mas os destroços da cabine nós vimos já na praia”, relatou o agente.

Os dois homens decolaram do Catuleve, em Aquiraz, com destino ao Rio Grande do Norte. O acidente e as condições da aeronave, com indícios de que teria sido feita de forma artesanal, deverão ser investigadas.

 

Redação O POVO Online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *