Ceará goleia o campeão alagoano na largada do Brasileirão – Melhores Momentos

Campeonato Brasileiro 2019 – 1ª rodada.

Ceará 4 x 0 CSA/AL
Arena Castelão – 28/04 – 16h.

Renda: R$ 107.024,00
Público pagante: 11.935

Ceará: Diogo Silva, Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto (João Lucas) / Fabinho, Auremir e Ricardinho (Fernando Sobral) / Chico, Ricardo Bueno e Leandro Carvalho (Bergson). Treinador: Enderson Moreira.

CSA: João Carlos, Apodi, Gerson, Luciano Castan e Carlinhos; Dawhan, Bruno Ramires, Didira (Madson) e Matheus Sávio; Robinho (Jordi) e Patrick Fabiano (Cassiano). Treinador: Marcelo Cabo.

Árbitro: Adriano Milczvski (PR), auxiliado por Rafael Trombeta (PR) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF).

Cartão vermelho: João Carlos (CSA).

Marcadores: Ricardo Bueno (2), Leandro Carvalho e João Lucas (CE).

O JOGO

A motivação pelo título alagoano e pelo retorno à Série A, depois de três décadas, não acompanharam o time do CSA dentro de campo, contra o Ceará, na estreia do Brasileirão 2019. Com absoluta superioridade, o Alvinegro poderia ter saído de campo com um placar de golaeada já no 1º tempo. Foi uma vitória tranquila. Nada mal para uma estreia.

O lateral Samuel Xavier voltou a jogar bem, atacando mais que defendendo. Participou do 1º gol e do lance que originou a expulsão do goleiro João Carlos no finalzinho do 1º tempo. A atuação aguda de Xavier facilitou a vida de Leandro Carvalho.

No 1º tempo, o Ceará fez 2 x 0 e ainda teve um gol salvo em cima da linha. Ricardinho tocou a bola por cima do goleiro João Carlos e Didira evitou o gol. O CSA só produziu um ataque perigoso, através de Apodi, mas Patrick Fabiano desperdiçou.

O VAR entrou em ação para desmarcar um pênalti a favor do Ceará (Leandro Carvalho fingiu ter sido tocado pelo lateral Carlinhos) e para expulsar o goleiro João Carlos (cometeu falta sobre Samuel Xavier fora da área, sendo o último defensor). O árbitro teve que reformular a própria decisão nos dois lances.

Francamente, o Ceará poderia ter começado o 2º tempo pressionando mais para fazer um bom saldo de gols, mas não foi assim. O jogo foi se perdendo em jogadas truncadas, faltas e substituições até os 30 minutos. Somente a partir daí, com as alterações, saíram mais dois gols.

O Ceará não tirou proveito da vantagem numérica. O Azulão jogou todo o 2º tempo com 10 jogadores, sofreu mais ainda a falta de um jogador para segurar a bola no ataque, mesmo assim o Alvinegro só pressionou nos 10 minutos finais.

A goleada deixa o Ceará entre os líderes dessa 1ª rodada. Enderson Moreira (foto 1) tem um início tranquilizador, mas vai sair para um jogo difícil. Agora, começa a rotina de viagens. Quarta-feira, às 19h15min, o adversário será o Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte.

OS GOLS

1 x 0 (20’) – Jogada ensaiada na cobrança de escanteio pela esquerda. Samuel Xavier recebeu passe de Ricardinho e cruzou na cabeça de Ricardo Bueno (foto 2). Os zagueiros do CSA não alcançaram a bola e Bueno abriu o placar.

2 x 0 (33’) – Contra-ataque pela direita com Leandro Carvalho (foto 3). O lateral Carlinhos ficou para trás, Leandro invadiu a área, balançou diante dos zagueiros e chutou cruzado na saída do goleiro João Carlos.

3 x 0 (35”) – De novo, em contra-ataque, a defesa do CSA estava toda aberta. Bergson, pela direita, acionou Ricardo Bueno por dentro, que passou de primeira para João Lucas (foto 4) finalizar no canto esquerdo do goleiro Jordi.

4 x 0 (43”) – Bergson, agora pela esquerda, disparou um chute seco de dentro da área. O goleiro Jordi rebateu a bola. Ricardo Bueno pegou bem o rebote e balançou a rede de novo.

Fonte: Jota Lacerda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *