Asfalto cede e cratera abre no Papicu após fortes chuvas em Fortaleza

Uma cratera com seis metros de diâmetro foi aberta no cruzamento das ruas Desembargador Lauro Nogueira com Júlio Azevedo, no Bairro Papicu, na manhã deste sábado (23). Segundo moradora de um prédio próximo, o buraco já existia no local, apesar de ser menor. O asfalto cedeu após a chuva das últimas horas em Fortaleza.

“A rua fica um pouco alagada, mas isso nunca tinha acontecido”, relatou. Ainda de acordo com a moradora, o buraco continua aumentando e oferecendo risco a uma casa na esquina com a Rua Júlio Azevedo. Ela informou também que a área próxima à cratera foi isolada pelos próprios moradores.

De acordo com Renato Lima, coordenador das Regionais de Fortaleza, algumas casas da rua estão sendo desapropriadas e demolidas para viabilizar as obras do binário da Avenida Santos Dumont. A interdição no local continua até a construtora responsável dar início aos reparos. Ele disse, ainda, que a casa localizada ao lado do buraco está vazia.

Equipes da Defesa Civil e da construtora foram acionadas para o local. No início da tarde deste sábado (23), funcionários da prefeitura já estavam no local buscando fazer o reparo da via.

22

Volume de precipitações causa transtornos na Capital

Segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), Fortaleza teve o 8º maior acumulado de chuvas do dia, com 74,4 mm (posto Pici). Isso causou uma série de transtornos na Capital. Um muro caiu e um telefone público foi arrastado pela força da correnteza formada no Jóquei Clube. Vários pontos de alagamento foram registrados nos bairros Demócrito Rocha, Pici e na Avenida José Bastos.

A cidade de Itarema, no Litoral Oeste do Estado, teve a maior chuva de 2019 no Ceará, entre as 7h de sexta-feira (22) e 7h deste sábado (23). De acordo com a Funceme, foram registrados 212 mm de precipitação no posto Itarema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *