Quixadaense envolvido em assaltos no Ceará e Piauí é preso com documentos falsos em São Paulo

A Polícia Civil do município de Bauru, em São Paulo, prendeu um homem foragido da justiça por uso de documento falso. A prisão ocorreu após os policiais receberam informações de uma Força Tarefa da SUSP do Ministério da Justiça, sediada no Ceará, que um foragido que atuava em território cearense e no Piauí, na modalidade “Novo Cangaço” estaria escondido no Centro-Oeste paulista com documentos falsos e participando de ações criminosas.

Com base nessas informações, os policiais verificaram que o indivíduo estaria usando o nome falso de Wendel Alves de Sousa, documento expedido no Mato Grosso do Sul. Os policiais descobriram que esse nome fazia parte de uma empresa na cidade de Pederneiras-SP.

O homem foi identificado como Francisco Olavo Ribeiro Oliveira, vulgo “Grande”, que mora em Quixadá, na região do Sertão Central do Ceará. De acordo com a polícia, ele participou de várias ações sendo identificado e condenado por um roubo a uma agência dos Correios na cidade de Cocal-PI, em dezembro de 2012.

Ainda segunda a polícia, o indivíduo foi condenado a quase 15 anos de prisão. Em 2015, ele fugiu do sistema prisional do Piauí e desde então estava foragido. Foram apreendidos três veículos adquiridos em nome do suspeito. Francisco foi autuado em flagrante delito e encaminhado para uma unidade prisional da região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.