Eunício Oliveira culpa ex-prefeitos de Russas e Crateús pela perda de faculdades de Medicina

O ex-presidente do Senador Federal e presidente do MDB no Ceará, Eunício Oliveira, afirmou, nesta sexta-feira (5), que a não implantação da faculdade de Medicina em Russas e Crateús, em 2017, não foi por sua responsabilidade. Conforme o emedebista, a instalação foi barrada após os prefeitos da época, Raimundo Weber Araújo (Russas) e Marcelo Machado (Crateús), não apresentarem documentações necessários. A afirmação foi dada durante a convenção do partido, em Fortaleza.

“Faculdade de Medicina na cidade de Russas não foi porque o prefeito não levou a documentação que precisa ter”, expressou Eunicío. “O prefeito de Crateús não entregou nenhum documento, nenhum papel para que a faculdade fosse lá”, disse. O ex-senador ainda relatou que a instituição de Russas foi levada para Canindé após o município canindeense apresentar todos os documentos exigidos pelo Ministério da Educação (MEC).

Veja vídeo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.