Seis pontos percentuais separam Lula e Bolsonaro, mostra Paraná Pesquisas; confira os números

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas, divulgado nesta quarta-feira (6), traz o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 41,1% das intenções de voto. O presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece com 35,1%.  A distância entre os dois é de seis pontos percentuais. Os demais pré-candidatos a presidente não registram dois dígitos.

No levantamento realizado pelo Paraná Pesquisas em junho, Lula tinha 41,4% das intenções e Bolsonaro, 35,3%. O candidato do PT perdeu 0,3% das intenções, enquanto o postulante pelo PL registrou queda de 0,2%. Ou seja, não houve variação além da margem de erro da pesquisa, de 2,2 pontos para mais ou para menos.

Já a pesquisa espontânea, quando uma lista com os nomes dos pré-candidatos não é apresentada aos entrevistados, Lula e Bolsonaro estão tecnicamente empatados. O petista foi citado por 29,5% dos eleitores e o presidente, por 27,7%.

O Paraná Pesquisas entrevistou pessoalmente 2.020 pessoas com 16 anos ou mais entre os dias 30 de junho e 5 de julho de 2022 em 162 municípios brasileiros, em 26 estados e no Distrito Federal. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o nível de confiança atinge 95%. O levantamento foi contratado pela corretora BGC Liquidez e está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-09408/2022.

Confira os números:

Pesquisa eleitoral: 1º turno

Cenário 1 – estimulada

  • Lula (PT) – 41,1%
  • Bolsonaro (PL) – 35,1%
  • Ciro Gomes (PDT) – 7,4%
  • Simone Tebet (MDB) – 2,2%
  • André Janones (Avante) – 1,5%
  • Pablo Marçal (Pros) – 0,6%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 0,6%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 0,4%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 0,3%
  • Eymael (DC) – 0,2%
  • Sofia Manzano (PCB) – 0,2%
  • Leonardo Péricles (UP) – 0%
  • Brancos e nulos – 6,6%
  • Não sabem/ não responderam – 3,7%

Cenário 2 – estimulada

  • Lula (PT) – 42%
  • Bolsonaro (PL) – 35,9%
  • Ciro Gomes (PDT) – 8,6%
  • André Janones (Avante) – 1,9%
  • Brancos e nulos – 7,8%
  • Não sabem/ não responderam – 3,9%

Cenário 3 – estimulada

  • Lula (PT) – 44,4%
  • Bolsonaro (PL) – 36,5%
  • Simone Tebet (MDB) – 3,4%
  • André Janones (Avante) – 2,2%
  • Brancos e nulos – 9%
  • Não sabem/ não responderam – 4,5%

Pesquisa espontânea

  • Lula (PT) – 29,5%
  • Bolsonaro (PL) – 27,7%
  • Ciro Gomes (PDT) – 2,5%
  • Simone Tebet (MDB) – 0,7%
  • Pablo Marçal (Pros) – 0,3%
  • André Janones (Avante) – 0,2%
  • Outros nomes citados – 0,3%
  • Brancos e nulos – 7,7%
  • Não sabem/ não responderam – 31,1%

Segundo turno: Lula x Bolsonaro

  • Lula (PT) – 48%
  • Bolsonaro (PL) – 39,3%
  • Brancos e nulos – 9,1%

Não sabem/ não responderam – 3,7%Os números de Lula nesta sondagem se mantêm estáveis desde fevereiro, quando marcou 48,8% das intenções de voto em segundo turno contra Bolsonaro. O presidente, porém, viu uma melhora de quase cinco pontos percentuais desde fevereiro, quando marcava 34,4%, mas desde abril se mantém entre 38% e 39%.

Potencial eleitoral dos presidenciáveis

A pesquisa também sondou a rejeição e o potencial eleitoral dos pré-candidatos a presidente.

Votaria com certeza

  • Lula (PT) – 33%
  • Bolsonaro (PL) – 29,2%
  • Ciro Gomes (PDT) – 3,8%
  • André Janones (Avante) – 1,1%
  • Simone Tebet (MDB) – 0,8%
  • Pablo Marçal (Pros) – 0,3%
  • Vera Lucia (PSTU) – 0,2%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 0,1%
  • Eymael (DC) – 0%
  • Leonardo Pericles (UP) – 0%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 0%
  • Sofia Manzano (PCB) – 0%

Poderia votar no candidato

  • Ciro Gomes (PDT) – 45%
  • Simone Tebet (MDB) – 23,1%
  • Lula (PT) – 21,9%
  • Bolsonaro (PL) – 17,6%
  • André Janones (Avante) – 17,3%
  • Pablo Marçal (Pros) – 8,7%
  • Vera Lucia (PSTU) – 8%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 7,6%
  • Eymael (DC) – 6,9%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 5,8%
  • Sofia Manzano (PCB) – 5,4%
  • Leonardo Pericles (UP) – 4,7%

Não votaria de jeito nenhum

  • Bolsonaro (PL) – 51%
  • Ciro Gomes (PDT) – 44,9%
  • Lula (PT) – 43,3%
  • Eymael (DC) – 42,7%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 37,4%
  • Felipe d’Avila (Novo) – 35,3%
  • Vera Lucia (PSTU) – 35,2%
  • Pablo Marçal (Pros) – 34,7%
  • Leonardo Pericles (UP) – 32,5%
  • André Janones (Avante) – 32,2%
  • Simone Tebet (MDB) – 31,7%
  • Sofia Manzano (PCB) – 31,1%

Não o conhece suficientemente para opinar

  • Felipe d’Avila (Novo) – 55,2%
  • Luciano Bivar (União Brasil) – 55%
  • Pablo Marçal (Pros) – 54,6%
  • Vera Lúcia (PSTU) – 54,3%
  • Eymael (DC) – 48,2%
  • André Janones (Avante) – 47,6%
  • Simone Tebet (MDB) – 42,5%
  • Ciro Gomes (PDT) – 4,7%
  • Bolsonaro (PL) – 0,8%
  • Lula (PT) – 0,5%

Avaliação do governo Bolsonaro

O Paraná Pesquisas também perguntou aos entrevistados neste levantamento como eles avaliavam o governo de Jair Bolsonaro. A maioria (52,9%) respondeu que desaprova a gestão do presidente, enquanto 43,2% disseram aprová-la. Em outra pergunta de avaliação, 45% afirmaram que consideram o governo ruim ou péssimo, 32,2% disseram ser ótimo ou bom e 21,6% afirmaram considerá-lo regular.

A avaliação negativa é pior entre as mulheres (55,9% reprovam), os jovens de 16 a 24 anos (65,1%) e eleitores do Nordeste (63,2%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.