Comprado diretamente pelo Ceará, primeiro lote de CoronaVac tem chegada adiada

O Ceará receberia nesta segunda-feira (13) o primeiro lote de vacinas CoronaVac, fruto da compra direta do Governo do Ceará com o Instituto Butantan. O envio foi remanejado para o próximo dia 22 de setembro. Segundo o Butantan, o repasse foi adiado por incompatibilidade da agenda dos governadores Camilo Santana, do Ceará, e João Doria, de São Paulo.

Na nova data, o Governo de São Paulo realizará a entrega do primeiro lote de doses da vacina do Butantan, que teve contrato assinado no começo de agosto e autorizou a compra direta de três milhões de doses extras de vacinas contra a Covid-19. Do total de imunizantes, 2,4 milhões serão enviadas aos municípios do Interior, enquanto 600 mil doses ficarão em Fortaleza.

A aquisição custou aos cofres públicos do Ceará R$ 178,5 milhões. Pelo cronograma inicial, a previsão era de que o carregamento chegasse no dia 25 de agosto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *