TRE-CE absolve Glêdson Bezerra por uso de aeronave durante campanha eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu reverter, nesta quinta-feira (5), a decisão de primeira instância que determinava a cassação dos diplomas do prefeito de Juazeiro do Norte, Glêdson Bezerra (Podemos), e de seu vice, Giovanni Sampaio (Podemos) por abuso de poder econômico durante a campanha.

Foram cinco votos contra a cassação e dois a favor. Com o isso, o Pleno do TRE-CE rejeitou a tese do Ministério Público Eleitoral, que em junho enviou parecer ao Tribunal recomendando a manutenção da decisão do juiz da 28ª Zona Eleitoral do Ceará, Giacumuzaccara Campos.

O caso

Os gestores eram acusados por uso de um helicóptero, pertencente ao empresário Gilmar Bender, filiado ao PDT e principal financiador da campanha de Glêdson, em dois momentos distintos da corrida eleitoral. No dia 24 de outubro, a aeronave teria feito derramamento de papel picado, antes e depois de uma carreata em favor deles, equanto na noite de 14 de novembro, véspera do pleito, o mesmo helicóptero teria, conforme a decisão de primeira instância, sido usado para jogar panfletos pela cidade.

Saiba quem votou contra a cassação:

  • Raimundo Nonato Santos
  • Eduardo Scorsafava
  • David Sombra
  • Inácio Cortez
  • Kamile Moreira Castro

A favor da cassação:

  • George Lima
  • Roberto Viana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.