Lula é absolvido da Operação Zelotes. Petista conversou com Eduardo Suplicy na última segunda, 21

O juiz da 10ª Vara Federal do Distrito Federal, Frederico Botelho de Barros Viana, emitiu decisão na última segunda-feira, 21, que favoreceu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-ministro Gilberto Carvalho e outros cinco acusados ao absorve-los em um processo por corrupção passiva relacionado à Operação Zelotes.

A acusação da ação era de que Lula teria editado uma medida provisória, a ‘mp 471‘, para favorecer empresas do setor automotivo em troca de recebimento de propina na casa dos R$6 milhões. A denúncia do Ministério Público foi aceita em 2017 e, desde então, os sete acusados, entre políticos e empresários, eram réus no processo.

Na decisão, o juiz federal do DF afirma que o próprio MP apontou à Justiça a falta de provas para justificar uma condenação no caso. Para o juiz Frederico Viana, a denúncia recebida “carece de elementos, ainda que indiciários, que possam fundamentar, além de qualquer dúvida razoável, eventual juízo condenatório em desfavor dos réus”. Além de Lula, foram absolvidos também:

  • Gilberto Carvalho (ex-ministro e ex-chefe de gabinete de Lula, em 2009);
  • José Ricardo da Silva (ex-conselheiro do Conselho Administrativo da Receita Federal);
  • Alexandre Paes dos Santos (lobista);
  • Paulo Arantes Ferraz (ex-presidente da MMC – Mitsubishi);
  • Mauro Marcondes Machado (empresário);
  • Carlos Alberto de Oliveira Andrade (empresário do Grupo Caoa).

LULA EM LIVE COM SUPLICY

O Partido dos Trabalhadores, sigla do ex-presidente, preparou uma comemoração especial em homenagem ao aniversário de um de seus mais importantes quadros: Eduardo Suplicy. De família nobre de São Paulo -os fabris Matarazzo- Suplicy despontou como político de esquerda e se consolidou como deputado estadual, federal, vereador e senador da República. Na live em comemoração aos seu aniversário de 80 anos, Suplicy e Lula conversaram durante horas sobre política, economia e sociedade.

E a festa foi toda para lembrar a trajetória de vida pública dedicada a um projeto que a cada dia evidencia mais sua importância: a renda básica de cidadania. “É uma profissão de fé sua renda básica no Brasil e no mundo”, disse Lula, destacando que “essa ideia do Eduardo Suplicy” passou a ser uma necessidade internacional. “Vamos viver para ver acontecer isso em 2022”, afirmou Lula, 75 anos, a Suplicy, 80. “O povo brasileiro vai ter de acompanhar isso com muito carinho”, disse o ex-presidente, mencionando “todo um trabalho” que será necessário para reconstruir tudo que está sendo destruído.

O ex-presidente comparou a situação da fome com a crise de 2008. “Os governantes não mediram esforço para salvar o sistema financeiro. Vai custar muito menos a política de renda básica”, reforçou. “E teu nome nessa historia. É importante que a sociedade brasileira que pensa de forma mais humanista leve em conta todo o trabalho que você tem feito nesses 40 anos”, afirmou Lula em referência aos projetos de Suplicy. Os planos do ex-presidente incluem rodar o Brasil em comitivas, acompanhado de políticos e lideranças locais e de nível nacional, como Suplicy, construindo pontes de diálogos para um futuro programa de governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *