Latrocínio, homicídio e cadáver em rodovia marcam início de semana violento em Russas

Uma das maiores cidades do Vale do Jaguaribe passou por um início de semana de extrema violência, de acordo com boletins registrados no Batalhão de Polícia Militar da região. Russas registrou três ocorrências que assustaram seus moradores. Além de um latrocínio e homicídio, um corpo ainda foi encontrado nos limites da cidade. Acompanhe, com detalhes, os casos.

LATROCÍNIO

Logo no início de mais uma semana, nas primeiras horas do último domingo, 20, na localidade de Vila Matoso, um casal, a pé, chegou e anunciou um assalto, abordando e rendendo algumas pessoas que estavam sentadas em uma calçada. No local, uma das vítimas do assalto, identificada como ANTÔNIO MARCOS DE LIMA, de apenas 22 anos, tentou reagir a ação delituosa, sendo alvejado com disparo de arma de fogo, não resistindo e vindo à óbito no local. Os criminosos fugiram em seguida do local. A polícia investiga o caso.

HOMICÍDIO A BALA

Já no fim de tarde, por volta de 17:45h, na localidade de Alto do Bode, zona rural de Russas, dois indivíduos em uma motocicleta preta, efetuaram vários disparos contra uma pessoa. A vítima foi identificada como FRANCISCO MARCELO ALVES DE SOUSA. O homem estava dentro de um veículo Golf, de cor vermelha. A vítima foi socorrida por familiares ao Hospital de Russas, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Os criminosos fugiram após o homicídio.

ACHADO DE CADÁVER

Já durante a madruga de hoje, segunda, 21, um caminhoneiro que trafegava pela rodovia CE-356, conhecida por ‘estrada da fruta’ em Russas, observou uma motocicleta caída as margens da rodovia e informou a polícia militar. De imediato, uma equipe de agentes da segurança foi deslocado ao local indicado, verificando que além de uma motocicleta, havia também um corpo, do sexo masculino, caído em meio ao matagal, já sem vida. A vítima apresentava um sério ferimento em sua cabeça. O homem não portava documento de identificação. O cadáver foi encaminhado para o IML, no centro urbano de Russas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *