Ilário Marques responde acusações levianas de matéria sensacionalista de blog ligado a Ricardo Silveira

O ex-prefeito do município de Quixadá, Ilário Marques, concedeu entrevista exclusiva ao radialista Luis Lopes na rádio Meio Norte FM na manhã de hoje, terça-feira, 8. O petista se defendeu das acusações lançadas pelo Ministério Público do Ceará e amplamente veiculadas pelo blog da família do atual prefeito da cidade, Ricardo Silveira. Na matéria sensacionalista lançada com alarde ontem, a falta de profissionalismo e o amadorismo do blog colocava Ilário na posição de réu já sentenciado, quando na verdade houve apenas uma denúncia protocolada pelo MPCE e que ainda nem tramitou na justiça.

Ilário falou sobre a situação, sua reação à denuncia e a matéria e como as mídias da família Silveira tentam destruir sua imagem há anos. Segundo o ex-gestor, as acusações, sempre levianas e superficiais, eram constantes durante sua última gestão, chegando a atrapalhar a condução séria da “reconstrução de Quixadá”, como pontuou em suas palavras. Ilário, que já foi prefeito por quatro vezes, lamentou a contínua postura de perseguição lançada por membros do MP que a fazem desde 2018, quando ele foi afastado da prefeitura sem saber sequer o motivo. O experiente político também rechaçou os ataques feitos por Ricardo e ponderou qual o medo que o atual prefeito quixadaense tem dele.

Ouça a participação do dirigente do Partido dos Trabalhadores no Jornal do Ceará de hoje:

Ainda na tarde de ontem, Ilário, por meio de suas redes sociais, lançou nota oficial comentando o caso. Confira na íntegra:

NOTA SOBRE A DENÚNCIA APRESENTADA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL

A defesa do ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques, vem a público esclarecer os fatos à população quixadaense, sobre a denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual.

Primeiramente, trata-se na verdade de um oferecimento de narrativa acusatória, intentada pelo ministério público estadual, decorrente do PIC, 45/2018, que visava de forma essencial apurar denúncia infundada e caluniosa, feita por Ernani Teles, da Empresa DFL, este, contrariado com sanções feitas pela gestão municipal pelo descumprimento de previsões contratuais dos serviços de destinação/transbordo de resíduos sólidos da cidade de Quixadá.

A denúncia apresentada não passa de uma tentativa de rediscutir fatos, pois, inexistem provas, antes ou agora, a respeito do alegado. A mesma se encontra fundamentada no relato de um homem que tentou extorquir o ex-prefeito e não obteve sucesso, fato que o motivou a criar uma fantasiosa história a fim de prejudicar a honra, imagem e prestigio do ex-gestor público frente à sociedade quixadaense.

Como todos sabem, esse assunto foi exaustivamente rebatido pelo então prefeito, à época, Ilário Marques, por ocasião do processo cautelar que culminou em seu injusto afastamento e logo em seguida, a sua recondução ao cargo, exatamente por não ter sido apurado nenhuma prova que demonstrasse qualquer prática de ilícito ou conduta gravosa.

Não existem fatos novos, não existem provas, toda matéria posta já foi exaustivamente debatida, razão pela qual, acredita-se que ao final do processo restará improcedente a acusação contra o ex-prefeito.

Entretanto, o ministério público estadual, entendeu que a denúncia deveria ser oferecida, isso nos gera oportunidade de mais uma vez, esclarecer os fatos, refutando qualquer acusação de prática de ilícito.

Reafirmamos que a trajetória política de Ilário Marques sempre esteve pautada na construção de uma sociedade mais justa, com muita responsabilidade com a coisa pública e nos princípios éticos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *