Bolsonaristas assumem comando de três partidos no Ceará: Patriota, PSL e PTB

Três siglas de peso eleitoral serão comandadas por bolsonaristas no estado do Ceará. Após uma ‘dança das cadeiras’ envolvendo desfiliações e mudanças de partido, está se criando um consenso sobre como serão os quadros políticos no estado que apoiam o presidente da República, Jair Bolsonaro, e como chegarão ao pleito de 2022.

O deputado estadual Delegado Cavalcante, que recentemente anunciou sua saída do PSL [confira aqui] publicou mensagem em suas redes sociais, onde aparece ao lado do presidente Bolsonaro. No texto, Cavalcante disse que teve uma conversa produtiva com o presidente sobre o Ceará e a política estadual e nacional. Segundo informações, Delegado Cavalcante estaria de malas prontas para o ingresso no PTB e, dentro do partido, assumir seu comando a nível estadual. Essa seria uma das maiores mudanças dentro da sigla, comandada com hegemonia há quase duas décadas pelo grupo político de Arnon Bezerra, ex-deputado Federal e ex-prefeito de Juazeiro do Norte. Arnon perdeu o último pleito e seu filho parece não conseguir continuar no comando do partido.

As outras duas siglas também estão passando por mudanças. O PSL, que explodiu em 2018 na onda que levou Bolsonaro a presidência, elegeu dezenas de deputados, incluindo aqui no Ceará. O próprio Cavalcante e outros, como o polêmico André Fernandes, que foi eleito mais jovem do país e com maior votação no estado -109 mil votos- chegaram a assembleia pelo partido, mas resolveram sair dela. Quem ingressa agora é o nome carimbado de Capitão Wagner. Atual deputado Federal, Cap. já foi deputado estadual e tentou por duas vezes a prefeitura de Fortaleza. Agora, os planos de Wagner incluem o Palácio da Abolição, na disputa pela sucessão de Camilo Santana, e o PSL garantiu que o lançará como nome do partido. Cap. Wagner assumiria, então, o comando da sigla no Ceará.

O Patriota, partido que também cresceu nas últimas eleições, angariando candidaturas de centro-direita, mudou seu estatuto recentemente e filiou em seus quadros o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente [confira aqui], que teria confirmado que seu pai se filiaria também ao partido para a disputa da reeleição. No Ceará, o nome que deverá assumir o Patriota será o de André Fernandes que, segundo informações, tentará uma vaga na Câmara Federal em 2022. As siglas, comandadas por bolsonaristas, deverão fortalecer o palanque do presidente no estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *