Governo sinaliza que estenderá auxílio até setembro; valor deverá permanecer, em média, nos R$250,00

Segundo informações que correm nos bastidores do Planalto, o atual auxílio emergencial nacional será prorrogado pelo governo Federal até meados de setembro. O governo pagou R$ 17,9 bilhões até agora dos R$ 44 bilhões previstos inicialmente no orçamento para 2021, segundo o Portal da Transparência. O valor médio da ajuda é de R$250,00, mas varia entre 150 e 375 reais.

A lógica do benefício foi pensada para que ele contemple os mais vulneráveis enquanto não há vacinas. Governadores têm estimado que, em média, até setembro todos os brasileiros adultos já estarão vacinados, se o ritmo de produção e distribuição de imunizantes permanecer o mesmo. É por isso que o governo Bolsonaro acha que o benefício deve ser estendido até a data. Se a previsão de vacinação não se confirmar, o planejamento deverá ser outro.

Pouco antes do fim do auxílio, a expectativa do governo é anunciar o ‘novo’ Bolsa Família: o benefício médio subiria dos atuais R$ 190, para R$ 250 e começaria a ser pago no último trimestre de 2021. Até o ano passado, durante as primeiras rodadas do auxílio emergencial, o valor pago aos beneficiados foi de R$ 600,00; após a primeira extensão, o valor caiu para R$ 300,00. Neste ano, os valores foram novamente alterados.

Com informações do portal Poder 360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *