Quixadá e Quixeramobim iniciam mais uma semana na retomada da economia; opiniões sobre abertura do comércio divergem

As duas maiores cidades do Sertão Central cearense, Quixadá e Quixeramobim, passaram pelo mês mais turbulento desde o início da pandemia do Coronavírus; para Quixadá, a situação foi além, pois maio foi o mês mais letal da cidade também. Os municípios, no entanto, seguem em suas respectivas retomadas da economia o que levanta opiniões divergentes sobre o assunto. Enquanto alguns defendem que todo o comércio deve ser reaberto, outros apontam que isso seria o estopim para uma nova onda da doença, que possivelmente seria ainda mais devastadora.

Há cerca de duas semanas as cidades saíram de um lockdown mais rígido. Desde então, Quixadá e Quixeramobim tem adotado medidas de flexibilização do isolamento social parecidas com as do governo do estado. Neste domingo, o prefeito de Quixadá, Ricardo Silveira, anunciou que a cidade adotará integralmente o decreto estadual e ampliará o horário de funcionamento de restaurantes, que passará a ser até às 22h com 50% da capacidade de lotação.

Como dito, maio foi o mês mais letal para a terra dos monólitos, com nada mais que 44 óbitos, metade de todo o número de mortes ocorridas em 2020. Quixeramobim, no mesmo mês, consolidou a lamentável posição de cidade com maior devastação de vidas pela Covid na região: quase 190. A faixa etária mais atingida pelo vírus da Covid foi a de 35 a 39 anos, o que reverte os fatos do ano passado, onde idosos eram mais vulneráveis. A causa está relacionada as aglomerações e na campanha de vacinação, iniciada pelas pessoas mais velhas.

Veja dados referentes a pandemia no Sertão Central e nos dois municípios em 2020 e agora, 2021

Em 2020 (Entre o início da pandemia/março e 31 de dezembro):

  • No Sertão Central: 22.258 casos confirmados; 605 óbitos confirmados;
  • Em Quixadá: 4.374 casos confirmados; 88 óbitos confirmados;
  • Em Quixeramobim: 2.925 casos confirmados; 110 óbitos confirmados.

Em 2021 (Entre 1º de janeiro e 6 de junho):

  • No Sertão Central: 29.552 casos confirmados; 611 óbitos confirmados;
  • Em Quixadá: 4.133 casos confirmados; 75 óbitos confirmados;
  • Em Quixeramobim: 5.143 casos confirmados; 80 óbitos confirmados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *