Mesmo em lockdown, Quixeramobim atinge a desoladora marca de 184 óbitos, a maior da região. Confira as novas decisões da gestão

O município de Quixeramobim, um dos maiores da região do Sertão Central, é também, de forma triste, o líder em número de óbitos. A cidade, que passa por um lockdown atualmente, desde o ano passado apresenta sinais de descaso no enfrentamento a pandemia da Covid-19. Segundo dados do IntegraSUS, a terra de Antonio Conselheiro tem mais de 6.915 casos, ficando atrás de Tauá, que tem pouco mais de 7.000 e Quixadá, que tem mais de 7.900 casos confirmados. O município atingiu também o maior nível de casos ativos desde o início da pandemia: cerca de 600, com 545 em acompanhamento domiciliar e 55 internados nas unidades hospitalares da cidade e no Hospital Regional do Sertão Central. Em óbitos, como destacado no título da matéria, a cidade chegou, de acordo com os últimos dados, aos 184.

Com todas essas marcas terríveis, a gestão do município havia decretado lockdown após recomendação do governador Camilo Santana, como destacamos aqui. Porém, mesmo com dados ainda em alta e nível de internação do HRSC acima de 80%, o prefeito Cirilo Pimenta marcou uma live para este sábado, 22. Por vídeo, comunicou a população a decisão tomada pelo Comitê de Covid da cidade em suspender o isolamento social rígido total e iniciar uma reabertura progressiva no comércio. O gestor disse que o que muda será a extensão dos horários de funcionamento, na tentativa de não concentrar a movimentação popular em um horário apenas; um rodízio de liberação do transporte interdistrital será implementado e ao longo dos próximos dias, a depender de como a transmissão do vírus irá se comportar, novas medidas serão anunciada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.