Homem morre após engasgo com carne em almoço na cidade de Catunda. Veja como reagir em situações do tipo

Um caso lamentável aconteceu na tarde do último domingo, 9, na localidade de Assentamento Bálsamo, zona rural do pequeno município de Catunda, a 256km de Fortaleza. Um homem morreu após se engasgar com pedaço de carne durante o almoço. A vítima foi identificada como Antônio Gavião, com idade aproximada de 30 anos. Segundo informações, Antônio estava acompanhado do filho na refeição quando acabou passando mal com o pedaço do alimento e, com isso, tendo uma asfixia.

Ainda de acordo com relatos, familiares correram para o local e, por não saberem técnicas de desobstrução, ficaram nervosos e não souberam como reagir ou prestar os primeiros socorros, tendo o levado ainda para o Hospital Geral de Catunda. O homem infelizmente não resistiu e faleceu no local. O corpo foi removido para o núcleo da Perícia Forense de Canindé, para que possa ser esclarecida se a real causa da morte foi realmente o engasgo.
Com informações do site A voz de Santa Quitéria

COMO REAGIR A UM ENGASGO?

Segundo especialistas, na maior parte das vezes, o engasgamento é leve e, por isso, nesses casos é aconselhado:
  • Pedir para a pessoa tossir 5 vezes com força;
  • Bater 5 vezes no meio das costas, mantendo a mão aberta e num movimento rápido de baixo para cima.

Porém, se isso não funcionar, ou se o engasgamento for mais grave, como o que acontece ao comer alimentos moles como carne ou pão, deve-se iniciar imediatamente a manobra de Heimlich, que consiste em:

  1. Ficar de pé atrás da vítima, que também deve estar de pé, como mostra a imagem 1;
  2. Passar os braços à volta do tronco da pessoa;
  3. Cerrar o punho da mão que tem mais força e colocá-la, com o nó do polegar, sobre a boca do estômago da vítima, que fica entre as costelas, como na imagem 2;
  4. Colocar a outra mão sobre a mão que tem o punho cerrado;
  5. Fazer pressão com as mãos contra o estômago da pessoa, para dentro e para cima, como se fosse desenhar uma vírgula, como mostra a imagem 3.

A pressão criada por esta manobra no estômago ajuda a deslocar o objeto pela garganta acima, liberando as vias aéreas, mas não deve ser feita em crianças com menos de 2 anos ou grávidas. Após este procedimento é normal que a pessoa comece a tossir, por isso, é importante deixá-la tossir, pois é a melhor maneira de evitar o sufocamento.

Se após a manobra, a pessoa continuar engasgada e sem conseguir respirar por mais de 30 segundos, é recomendado chamar ajuda médica, ligando para o 192. Durante esse tempo, pode-se manter a manobra de Heimlich ou, então, tentar virar a pessoa de cabeça para baixo e tentar abaná-la para que o pedaço que está engasgando se mova e deixe passar o ar.

Com informações do portal Tua Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *