Governador anuncia decreto sem mudanças e alerta que Sertão Central deve restringir circulação do vírus

O governador Camilo Santana fez, nessa sexta-feira, 7, sua live semanal de anúncios a respeito de medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus. Na publicação feita em suas redes sociais, o governador do Ceará, ao lado do secretário de estado da Saúde, Dr. Cabeto, falou sobre as deliberações feitas após o encontro semanal do Comitê de enfrentamento a Covid. Para essa semana, o governador adiantou que renovará o decreto estadual, porém sem novas mudanças. A reabertura da economia iniciada no dia 12 de abril continua, contudo, de forma mais lenta -já que, nas últimas semanas, a cada novo decreto, mais flexível ficavam as restrições. Acompanhe agora os pontos principais da fala do chefe do executivo cearense.

O decreto, portanto, permanece sem alterações, após decisão do comitê científico de acompanhamento à Covid-19 no Ceará.

Vacinação

O gestor anunciou ainda que mais 38 mil doses da vacina Coronavac, do Butantãn, chegam ao Ceará agora, durante a noite dessa sexta. Os imunizantes seguem para os municípios para dar continuidade à imunização com a segunda dose. Confira:

Alerta

Há, porém, uma recomendação do governador, a partir dos dados analisados por todos os componentes do Comitê científico e civil, para que os municípios das regiões do Sertão Central e do Litoral Leste/Vale do Jaguaribe tomem medidas de restrições mais duras e específicas de acordo com a realidade de cada um. Camilo falou sobre o assunto e citou, entre outras, a cidade de Quixadá. O governador falou sobre as medidas impostas recentemente pela prefeitura, o lockdown, como falamos aqui. O governador, entretanto, não deve ter conhecimento dos últimos acontecimentos da cidade, onde o prefeito cedeu a pressão de aliados e partidários para que o comércio fosse reaberto, mesmo no pior momento de crise. Confira a fala de Camilo:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.