Caos em Quixadá: sem planejamento da prefeitura, falta oxigênio na cidade e estado pede evacuação de pacientes

Uma madrugada que poderia ter terminado de forma trágica fez a cidade de Quixadá, no Sertão Central cearense acordar em desespero. Durante a virada de noite do dia 30 de abril para hoje, 1º de maio, o estoque de oxigênio dos leitos de enfermaria e UTI da prefeitura simplesmente acabou. A cidade, segundo boletim epidemiológico divulgado pela gestão na tarde de ontem, sexta-feira, 30, contava com ao menos 36 pacientes em internação. Se o problema persistisse por mais tempo, 36 vidas estariam em sério risco.

Quem, literalmente, salvou os internados foi o Hospital Maternidade Jesus Maria José. A instituição filantrópica da Diocese de Quixadá havia cedido seu espaço para a instalação dos leitos de UTI doados pelo Governo do Estado, e só não se responsabilizou pela instalação completa deles em razão do pedido absurdo do prefeito Ricardo Silveira em relação ao prazo: ele queria tudo pronto em 72h. Nesta noite, após o descaso do poder público da cidade, que não planejou suficientemente a instalação, a direção da Maternidade liberou todo seu estoque de emergência de Oxigênio, dando tempo as autoridades municipais para que o problema fosse sanado.

O governo do Estado, acionado após a falta repentina do gás essencial, chegou a ordenar a evacuação imediata de todos os pacientes internados para instituições hospitalares na região. Hoje, pela manhã, a prefeitura lançou nota, tentando amenizar a situação. Vereadores de oposição e políticos se manifestaram. O vereador Ci falou sobre a situação, alertou a população sobre a seriedade do caso. Em sua fala, ressaltou que sempre lutou para que o governo estadual alocasse em Quixadá os leitos de UTI, mas que não esperava ver a falta de responsabilidade e zelo da gestão com a benfeitoria enviada pelo governador. O parlamentar ressaltou ainda os parabéns aos trabalhadores, em especial da saúde, que, justamente em seu dia -1º de maio- fizeram um esforço sobre-humano para mudar as instalações do tanque de oxigênio para salvar as vidas dos internados. Veja a fala do vereador na íntegra:

O deputado estadual Osmar Baquit também se manifestou em suas redes sociais. O parlamentar, que é da base do governador Camilo Santana, e foi um dos responsáveis pela conquista dos leitos, junto com o ex-prefeito Ilário Marques, em 2020, comentou o caso e se pôs a disposição do gestor e da população para ajudar no que for necessário. Osmar diz que, em nenhum momento, foi procurado pelo prefeito Ricardo Silveira. Ricardo considera Osmar um inimigo político, justamente pelo deputado ter apoiado o grupo de Ilário nos últimos pleitos. Osmar disse ainda que seu mandato pertence ao povo cearense e, em especial, ao de sua terra, Quixadá, e que não é hora para intrigas. Veja o pronunciamento do deputado:

Vereador da base governista de Ricardo Silveira, Jackson Perigoso se manifestou dizendo que teve a “prudência, como vereador” de manter contato com autoridades locais. O parlamentar pediu “responsabilidade”. Interessante que, no ano passado, Perigoso, que tem um site de notícias na região, fazia questão de incentivar a população em atos contra a ex-gestão do município. Naquele tempo não havia ‘prudência’ nem ‘responsabilidade’, só jogatina politiqueira pelo advogado, hoje vereador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *