Escrivão da polícia é morto dentro de delegacia. Acusado fugiu

O escrivão Aluizio Alves Lima Amorim, de 60 anos, foi assassinado na madrugada desta sexta-feira, 30, dentro da Delegacia Regional de Tauá, na região dos Inhamuns. O crime aconteceu durante o interrogatório de um preso, que mesmo algemado, conseguiu tomar a arma do policial e disparou contra Aluizio.

O acusado foi identificado como Antonio Josival Lopes. Josival havia sido preso por policiais militares de Pedra Branca por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Após atirar contra o esvrivão, ele fugiu da delegacia e ainda trocou tiros com agentes da PM.

Forças de segurança seguem, nesse momento, à procura do suspeito, que ainda está de posse da pistola que utilizou para matar o escrivão e continua foragido.

Via: Ceará News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *