Secretário de saúde de Russas revela aumento no número de internações e óbitos nos últimos dias e pede colaboração da população

O atual secretário de saúde de Russas, Reginaldo Chagas, comentou, através de nota publicada nesta quinta-feira, 17, sobre a atual situação epidemiológica do município em relação a COVID-19.

De acordo com o gestor, a situação de Russas é ‘estável’. O órgão trabalha, atualmente, realizando testagem descentralizada, o que, segundo o secretário, explica o aumento do número de casos, que por si só, não é preocupante. Apesar disso, o número de internações e óbitos também aumento nos últimos dias, e para o secretário, é aqui que está a problemática.

Reginaldo revela que a Secretaria de Saúde está em parceria com o Instituto Excelência, buscando conscientizar e sensibilizar a população, com 380 agentes sociais em campo, 7 vans com equipe técnica de saúde para realizar testagem e pesquisa, diagnosticando e mapeando a cidade.

O secretário revela que houve aumento significativo na demanda no Centro de COVID-19, onde a síndrome gripal é atendida, descentralizando o atendimento nas UBS’s. ‘Também realizamos desinfecção dos espaços coletivos, como praças, parquinho infantis, academias ao ar livre e etc, de forma noturna, onde são mais frequentados pela população Russana’, destacou o gestor.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado, no dia 16/12 às 17h, Russas possui 3.916 mil casos confirmados, 3.705 mil são considerados recuperados, 132 estão em isolamento domiciliar, 7 internados, e 72 óbitos registrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *