Pesquisa Ibope Caucaia: Naumi 41%, Vitor Valim 19% e Emília 15%

Pesquisa Ibope contratada pelo O POVO no município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, mostra que o atual prefeito da cidade, Naumi Amorim (PSD), lidera a disputa pela reeleição, com 41% das intenções de voto do eleitorado. Em votos válidos, ele tem 47%.

Como a margem de erro máxima da pesquisa é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos, não é possível dizer se haveria ou não segundo turno no segundo maior município do Ceará. Caucaia é o único município, além de Fortaleza, onde há possibilidade de haver segundo turno. Para vencer já no primeiro turno, um candidato precisa ter mais de 50% dos votos válidos.

Em segundo lugar, estão empatados tecnicamente Vitor Valim (Pros), com 19%, e Emília Pessoa (PSDB), com 15%.

O Ibope ouviu 504 eleitores de Caucaia entre os dias 2 e 4 de novembro. A margem de erro máxima da pesquisa é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que significa que há 95% de probabilidade de o resultado da pesquisa retratar de forma fidedigna o atual momento da eleição. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) com o número CE-07457/2020.

Pesquisa estimulada
Naumi Amorim (PSD): 41%
Vitor Valim (Pros): 19%
Emilia Pessoa (PSDB): 15%
Elmano de Freitas (PT): 8%
Sebastião Conrado (PMB): 2%
João Ary (PMN): 1%
Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB): 1%
Rodrigo Santaella (Psol): 1%
Branco/nulo: 6%
Não sabe/não respondeu: 5%
Representante do PT, Elmano de Freitas aparece com 8% da preferência. Considerando-se a margem de erro, o deputado estadual pode chegar a até 12%, o que o coloca em situação de empate técnico com Emília na terceira colocação.
Atrás desse bloco, os demais candidatos na corrida pelo comando da Prefeitura de Caucaia não ultrapassam o patamar de 2%. Sebastião Conrado (PMB), o mais bem colocado desse segundo pelotão, alcança o índice de 2%. Em seguida vêm Joao Ary (PMN), Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB) e Rodrigo Santaella (Psol), todos com 1% da intenção de voto. Brancos e nulos somam 6% e não sabem ou não responderam, 5%.
Votos válidos

Em votos válidos, forma pela qual a Justiça Eleitoral contabiliza os sufrágios, o Ibope aponta que Naumi tem 47%, percentual muito próximo do necessário para uma vitória ainda no primeiro turno das eleições, que é de 50% mais um voto. A possibilidade de vitória no primeiro turno do atual prefeito está dentro da margem de erro.

Naumi Amorim (PSD): 47%

Vitor Valim (Pros): 22%

Emilia Pessoa (PSDB): 17%

Elmano de Freitas (PT): 9%

Sebastião Conrado (PMB): 2%

João Ary (PMN): 1%

Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB): 1%

Rodrigo Santaella (Psol): 1%

Pesquisa Espontânea

Na modalidade espontânea, quando não são apresentados nomes ao eleitor, veja o desempenho dos candidatos:

Naumi Amorim (PSD): 36%

Vitor Valim (Pros): 13%

Emilia Pessoa (PSDB): 10%

Elmano de Freitas (PT): 7%

Sebastião Conrado (PMB): 1%

João Ary (PMN): 1%

Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB): 1%

Rodrigo Santaella (Psol): não foi citado

Outros: 1%

Branco/nulo: 10%

Não sabe/não respondeu: 20%

Rejeição

A pesquisa também aferiu a rejeição dos candidatos que concorrem ao Executivo municipal em Caucaia. Entre os oitos participantes do pleito, Vitor Valim é o mais rejeitado pelos eleitores da cidade, com 36%.

Depois dele está o atual gestor, Naumi, com 32%. O prefeito é seguido de perto por Elmano, com 27%. Completam a lista João Ary, com 18%, Sebastião Conrado, com 17%, Paulo Sérgio Cordeiro, com 16%, e Rodrigo Santaella, com 15%.

Para o eleitorado de Caucaia, a postulante menos rejeitada é a vereadora do PSDB Emília Pessoa, com taxa de 14%.

Rejeição:

Vitor Valim (Pros): 36%

Naumi Amorim (PSD): 32%

Elmano de Freitas (PT): 27%

João Ary (PMN): 18%

Sebastião Conrado (PMB): 17%

Paulo Sérgio Cordeiro (PCdoB): 16%

Rodrigo Santaella (Psol): 15%

Emilia Pessoa (PSDB): 14%

Poderia votar em todos (resposta espontânea): 2%

Não sabe/não respondeu: 8%

Com 222.128 eleitores, Caucaia é o segundo maior colégio eleitoral do Ceará, atrás apenas de Fortaleza, e o único além da Capital onde pode haver segundo turno.

(Conteúdo: O Povo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *