“Programa está pronto para começar a funcionar no dia 1º de janeiro”, diz ministro da Cidadania sobre Renda Cidadã

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, garantiu que o programa Renda Cidadã, que deve substituir o Bolsa Família, está pronto para ser operacionalizado já no dia 1º de janeiro de 2021.

“O programa está pronto para começar a funcionar no dia 1º de janeiro”, afirmou o ministro em visita a Fortaleza na manhã desta terça-feira (13). Ele lembrou que vem trabalhando na reestruturação desde novembro do ano passado, quando ainda era titular da Casa Civil.

Apesar da estrutura e critérios definidos, Lorenzoni não deu detalhes do Renda Cidadã por ainda esperar decisão sobre o orçamento disponível. “Está tudo pronto, mas eu não posso divulgar enquanto o presidente não me dá o ok. Porque precisa dessa definição orçamentária. A gente trabalha rigorosamente dentro do orçamento”, reiterou.

Mesmo sem uma fonte definida de financiamento do programa, o ministro aposta que o programa será anunciado após as eleições municipais, já com a decisão da equipe econômica e do Congresso. “O que estamos aguardando é como a economia e o parlamento vão definir os volumes de financiamento ou os valores que vamos ter para o próximo ano. A gente acredita que logo depois das eleições municipais a gente vai ter já a decisão do parlamento sobre isso”.

Proteção à família

Lorenzoni pontuou ainda que o Renda Cidadã terá elementos bem diferentes dos praticados nos últimos anos e que preza pela proteção à família. “Ele (programa) trabalha com elementos como mérito, empregabilidade, emancipação das pessoas, ele tem uma concepção diferente do que foi feito nos últimos anos. E é a favor da família, sempre”, enfatizou.

O ministro também revelou que o novo esquema irá acabar com a fila de espera de pessoas que já foram beneficiários anteriormente. “Por exemplo, alguém que tiver problema no emprego, o sistema está montado para absorver, proteger essa família até que ele consiga voar numa renda maior, sem que precise voltar para a fila do programa”, garantiu.

Conteúdo: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *