Exclusivo: “O Ilário reúne as melhores condições”, afirma vereador Janjão sobre quem deve ser o prefeito de Quixadá

A licença do vereador Laércio Oliveira, após o retorno dos trabalhos legislativos, em meio a pandemia do novo coronavirus, abriu espaço para que um representante do Esporte assumisse por quatro meses uma vaga na Câmara Municipal de Quixadá. Estamos falando do professor João Luiz, carinhosamente conhecido por Janjão, que tomou posse no lugar do comerciante, que pediu licença para se recuperar da covid-19.

Logo em seu primeiro discurso, o parlamentar deixou claro que irá defender a sua classe. Ele quer propor a efetivação de três projetos de lei que valorizam o esporte e atletas de várias modalidades: A lei de incentivo ao esporte municipal, o fundo municipal de desporto e a bolsa atleta. “São projetos que podem melhorar o financiamento no esporte nas dimensões que eu falei”, disse.

Em entrevista exclusiva ao Jornal do Ceará, o vereador disse que as dimensões citadas são os tipos de esporte praticados no município. Ele lembrou que a Terra dos Monólitos tem praticantes que se dividem no esporte escolar, no de rendimento, no de pessoas com necessidades especiais, profissional e o esporte de participação. “Nós temos um pouco de cada uma dessas dimensões funcionando. Nós tivemos um avanço significativo nas questões de competições. Nós temos em Quixadá, hoje, competições de renome estadual, competições extremamentes importantes. Essas competições só são possíveis acontecer se você tiver uma parceria com o poder público, sem ela você não faz. Nós precisamos, para que todas essas dimensões sejam atendidas, aumentar os equipamentos”, disse.

O professor João Luiz conversou também sobre a política em Quixadá e seu futuro. Ele caracteriza como “amadurecimento do processo democrático” o município ter seis pré-candidatos ao cargo de prefeito, mas defende que o atual chefe do Executivo, Ilário Marques, ainda é o melhor entre os que se apresentam como opções para gerir a Terra dos Monólitos. “Dentre esses nomes que estão aí, eu acredito que o atual prefeito, o Ilário, reúne as melhores condições porque ele tem apoio do Governo Estadual, que é um parceiro importante. O governador Camilo é um dos mais bem avaliados do Brasil. O estado como parceiro, permite nós termos obras estruturantes, como as que a gente teve recentemente aqui,e duas estradas, o Ciopaer, o Corpo de Bombeiros, coisas que estão vindo para Quixadá graças a questão política. Quixadá é uma cidade estratégica, mas deve-se muito a questão política”, afirmou Janjão.

Em relação ao seu futuro político, o parlamentar destacou que está focado em seu trabalho durante os quatro meses em que permanecerá na Câmara, mas adiantou que não será candidato nas próximas eleições. “Este momento em que estou vivendo serve para que eu possa implantar as ideias que eu tenho para o esporte no município. Por conta da questão da pandemia, eu vou me ausentar do processo político, eu não vou fazer campanha. Eu não vou estar na rua pedindo voto, conversando com as pessoas. E como eu fui candidato na eleição passada, existia uma expectativa de que eu retomasse a minha campanha este ano, já que eu andei tão perto, bati na trave, como se diz no popular, mas por conta da questão da doença, eu não vou participar do processo eleitoral como candidato por uma questão de saúde. Eu tenho problema de saúde, pessoas da minha família também têm e precisam de mim. Não posso correr o risco de pegar essa doença depois ter problemas maiores”, finalizou.

Veja entrevista com vereador Janjão:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *